Semana Lixo Zero contará com oficina de compostagem em Chapadão do Sul

Publicado em: 28/10/2020

A Semana Lixo Zero em Chapadão do Sul contará com oficina de compostagem, onde acadêmicos da Agronomia e Engenharia Florestal da UFMS (Campus Chapadão do Sul) ensinarão como produzir composto orgânico de forma simples, utilizando o Método Takakura de compostagem acelerada e o Método Lages de Compostagem.

As oficinas serão realizadas na Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade nos dias 29 e 30/10 e são gratuitas e abertas a toda a população de Chapadão do Sul. Para participar basta escolher uma das datas, 29 ou 30/10, e uma das turmas disponíveis pelo link de inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdDGbx7ZyQEs6_34bisl7g_iijKoNk6GGFcRFT22MFvJ8vwvw/viewform?usp=pp_url

A ideia do evento surgiu ao longo do experimento de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) de acadêmicos de Agronomia (Priscila Quevedo) e Eng. Florestal (Guilherme Raffa), sob orientação da Profa. Dra. Karina Kamimura, realizados do final de agosto a outubro na Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade, e tem por objetivo apresentar os resultados obtidos e formar multiplicadores da compostagem no município.

Os experimentos deram uma finalidade nobre a 430 quilos de resíduos orgânicos que iriam para o aterro sanitário municipal. A equipe agradece a todos que contribuíram com o projeto: SEDEMA, Escola Carlos Drummond de Andrade, CTR, Restaurante Caseirinho, Supermercado Vale, Verdurão, Madeireira Planorte, Revenda Atual, Restaurante Paraná e demais acadêmicos e colegas.

Considerando que cerca de 50% dos resíduos gerados nas cidades são resíduos orgânicos e que grande parte destes é composta por água que forma o chorume (líquido tóxico e poluente), a reciclagem destes resíduos por meio da produção de composto orgânico é muito importante. Ao produzir o próprio adubo o cidadão pode fertilizar sua horta, jardim, árvores, ao invés das cidades destinarem a lixões ou aterros sanitários.

Os benefícios da compostagem são: reduz as emissões de gases de efeito estufa, reduz a poluição ambiental, melhora a saúde e qualidade de vida, aumenta a vida útil dos aterros sanitários, recupera a vida dos solos, reduz custos com coleta e tratamento de resíduos.

O evento está sendo realizado pela Associação dos Engenheiros Sanitaristas e Ambientais de Mato Grosso do Sul em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Após o evento serão sorteadas algumas composteiras para os participantes.

Inscreva-se e leve sua máscara.

SEMANA LIXO ZERO – é uma ação mobilizada pelo Instituto Lixo Zero Brasil e realizada por embaixadores Lixo Zero, ONGs, institutos, instituições públicas, projetos, coletivos, grupos, empresas, ativistas ambientais.

Fonte: UFMS

« »