Professores terão reajuste salarial e pagamento do piso até 2027

Publicado em: 16/10/2020

Os professores da rede estadual terão reajuste de 6% até 15% neste mês de outubro, assim como escalonamento no pagamento do piso salarial, em 20 horas, até 2027. Estas medidas estão na lei sancionada hoje (16), pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

A proposta teve acordo entre o governo e a categoria, após cinco meses de reuniões e negociações. O texto final foi enviado para Assembleia, sendo votado em regime de urgência nesta semana. Também houve um compromisso de que no ano que vem haverá concurso público para contratação de professores efetivos.

O reajuste salarial para outubro, já estará disponível no próximo pagamento. Ele varia de 6% (final da carreira) até 15% (começo da carreira), e vai atingir 21 mil profissionais entre aposentados e efetivos. Já sobre o piso em 20 horas, se mantém os índices de 2020 e 2021, mas escalona o pagamento até 2027.

Outra mudança será no sistema remuneratório, que transforma salário em subsídio, o que permite juntar a remuneração, com o adicional de tempo de serviço, em um único valor, que é visto como algo positivo pela categoria.

“Chegamos a um acordo, que resultou neste texto final, que tem como destaques a mudança no sistema remuneratório e a extensão do pagamento do piso até 2027′, explicou o presidente da Fetems (Federação dos Profissionais da Educação de MS), Jaime Teixeira.

Outros – O governador sancionou mais duas leis. A primeira trata da criação de um fundo estadual para ajudar e apoiar as parcerias público-privadas de Mato Grosso do Sul, já a segunda (lei) permite utilizar recursos do Fundo de Defesa e de Reparação de Interesses Difusos Lesados para o combate a queimadas no Pantanal.

Fonte: CGNews

« »