Ampasul anuncia controle eficiente do bicudo no GTA

Publicado em: 03/09/2020

Nos dias 26 e 27 de agosto a Ampasul realizou mais uma reunião do GTA (grupo de trabalho do algodão) nas regiões norte e nordeste do estado de Mato Grosso do Sul, com participação de representantes de propriedades dos municípios de Cassilândia, Chapadão do Sul, Costa Rica e Alcinópolis.

O objetivo da reunião foi discutir as atividades técnicas entre as propriedades, tendo como pautas principais o manejo do bicudo e a destruição de soqueira, já que no dia 15 de setembro inicia-se o vazio sanitário do algodão na região.

Através de levantamento de campo realizado pela equipe técnica da Ampasul, foi possível apresentar para o grupo o número de aplicações e produtos utilizados para o controle do bicudo do algodoeiro nesta safra 2019/20. Além disso foram apresentados os resultados do levantamento estatístico da colheita mecanizada, que teve como objetivo estimar a perda média de algodão em caroço, durante a operação nas propriedades e o número de máquinas por hectare utilizadas no Estado.

Foi possível através do armadilhamento pré-colheita avaliar o fluxo da população de bicudo nas lavouras que foi oito vezes menor se comparado à safra anterior, indicando um excelente manejo das propriedades. Para o Diretor da Ampasul, a baixa população do bicudo antes da colheita é resultado do manejo adequado que os produtores estão executando, acompanhados pela instituição.

Ficou estabelecida e informada ao GTA a data do circuito que será realizado pela Ampasul, com o tema destruição de soqueiras e plantas tigueras de algodão em culturas sucessivas, o qual deverá ser ministrado pelo Sr. Edson Ricardo de Andrade Junior, pesquisador do Instituto Mato-Grossense do Algodão – IMA. O tema irá auxiliar as equipes de campo a melhorar a eficiência no controle das plantas tigueras de algodão na soja.

Fonte: Ampasul

« »